ORIENTAÇÃO PROFISSIONAL, ORIENTAÇÃO DE CARREIRA, MUDANÇA DE FACULDADE OU CURSO

Kelen de Bernardi Pizol - psicóloga graduada e pós-graduada pela USP (1994-1998), pós graduada pela USP em Terapia Comportamental e Cognitiva, especializada em Orientação Profissional e de Carreira pela USP, aprimoramento em Transtornos de Ansiedade.

Av. Paulista, Jardins, São Paulo, metrô trianon-masp

telefone e whatsapp (11) 97603-0149, kelenpizol@hotmail.com

Sorocaba -  Jardim Santa Rosália, ligue (15) 98820-1771

Psicoterapia, Atendimento Psicológico Online por Skype, Terapia de Casal

Orientação de Carreira, Consultoria Comportamental, Orientação Profissional, Desenvolvimento Humano

ORIENTAÇÃO PROFISSIONAL

    A orientação profissional é enfocada nas dificuldades de escolha profissional da pessoa e em suas opções, durando na média de 5 a 10 sessões. Utilizo a abordagem cognitiva, onde o processo é enfocado em conversas e em dinâmicas.

    A orientação profissional se presta a quem está escolhendo uma profissão, para quem vai prestar vestibular, à reorientação para quem deixou ou quer deixar uma faculdade e à orientação de carreira para se pensar no momento profissional atual.

    Aos vestibulandos também faço orientação de estudos.

Orientação Profissional  é diferente de  Orientação Vocacional?

    A diferença entre orientação profissional e vocacional é histórica e filosófica, basicamente. Muitos profissionais acabam utilizando esses termos como sinônimos devido à popularização dos termos, mas a orientação vocacional remonta àquele primeiro momento onde procurava-se "encaixar o indivíduo certo no lugar certo" através dos testes vocacionais, que iriam apontar para o que aquela pessoa "serve". 

    Hoje trabalha-se mais com a orientação profissional onde, independente de se a questão é orientação para vestibulandos, reescolha de curso ou a orientação de carreira, o trabalho é orientado para a escolha do próprio indivíduo, dentro de um plano maior de vida e onde também se insere o mercado profissional, as habilidades, os interesses, etc, como são elaborados por aquela pessoa. 

    Então, uma seria mais "de fora para dentro" e a outra seria um processo mais  "de dentro para fora", mas levando-se também em conta as dicas do ambiente (informação, mercado, etc).

© Copyright Kelen de Bernardi Pizol.
Todos os direitos reservados. É proibido a reprodução integral ou parcial, sem autorização prévia e expressa da autora.